17 novos processadores Xeon (intel)

A microarquitectura Nehalem, a mesma que veio dar vida aos processadores Core i7, chegou á linha Xeon que ganha 17 novos processadores.

A Intel acredita que esta gama de novos processadores (Xeon), são o lançamento mais importante da empresa em termos de processadores para Servidores, desde o primeiro Pentium Pro. Segundo dados do fabricante, os novos Xeon da série 5500 já bateram mais de 30 recordes de desempenho, apresentando valores de preformance, entre duas a três vezes superiores aos conseguidos pela geração anterior.

Os CPU’S das séries Xeon 5500 (duas vias) e 3500(uma via) incluem controlador de memória duplo canal DDR3 e são produzidos segundo o processo de fabrico 45nm  (nanómetros), Segundo a intel estes processadores são em tudo muito semelhantes aos recentemente lançados Core i7.

Os preços dos novos Xeon vão ser entre: X5500; 142 a 807 euros e os X3500 estão disponíveis entre; 200 a 735 euros. Datas de lançamento ainda não decididas.

Anúncios

CPU a 1000GHz

Os cientistas do MIT, criaram um multiplicador para o grafeno que permite criar processadores que operem entre os 500 e os 1000GHz.

Vários investigadores estão a tentar construir processadores utilizando o grafeno.

Agora, os cientistas do MIT dizem ter descoberto um multiplicador de frequência do grafeno que pode dar origem a processadores para telemóveis e computadores muito mais rápidos.

A equipa construiu um multiplicador que recebe um sinal electrónico e produz um outro sinal, pois desta forma a conseguir aumentar a frequência original. O novo multiplicador cria um sinal muito mais limpo e consome menos energia.

Os responsáveis pela investigação dizem que dentro de um a dois anos vão poder criar processadores utilizando esta tecnologia e que sejam capazes de operar entre os 500 e os 1000 GHz.

processador1

SSD com ligação pci Express

A OCZ vai lançar SSD com ligação PCI Express.

A OCZ Z drive, promete ser o sonho dos fanáticos da velocidade, já que permite ler e gravar dados, respectivamente a  600 e 500 Mb/s

Esta unidade de armazenamento foi criada, a pensar nos profissionais que utilizam aplicações, onde é comum trabalhar com ficheiros com um tamanho muito grande.

Esta unidade invés de ser ligar pela entrada SATA (Serial-Ata), como é comum nos discos rígidos e unidades de SSD, esta versão vai utilizar uma porta PCI-E (conector x8) para garantir acessos mais rápidos.

Resultados:  Segundo a OCZ: 600 MB/s de velocidade de leitura máxima, 500 MB/s de velocidade de escrita máxima e 400 MB/s de escrita sustentada.

O preço da Z Drive ainda não foi anúnciado, mas prevê-se que será de custo muito elevado.

ocz_zdrive_tweakers_cebit09