Disco óptico armazena 500 GB

A General Electric acaba de criar um disco holográfico capaz de armazenar 500 GB. Segundo o New York Times, a General Electric criou um disco óptico capaz de armazenar o equivalente a 100 DVDs.
De acordo com a GE, neste momento o processo ainda está em fase de laboratório, mas especialistas em armazenamento óptico e analistas da indústria afirmam que tem o potencial para ser um grande avanço no armazenamento digital, podendo vir a ser a próxima geração no campo do armazenamento de baixo custo.
Para atingir esta capacidade de armazenamento num disco de 12 cm, os cientistas da GE usaram processos holográficos. A holografia é um processo óptico que permite armazenar imagens tridimensionais, e também informação em formato digital.
Os dados são, codificados em padrões de luz armazenados num material sensível à luz. Os hologramas agem como espelhos microscópicos que reflectem a luz em padrões quando atingidos por um laser . Estes padrões são, depois, lidos e decifrados para se recolher a informação.
Este tipo de armazenamento tem o potencial para armazenar dados de forma mais densa do que os métodos convencionais, onde a informação é guardada como padrões marcados na superfície do disco. É assim que a empresa consegue armazenar 500 GB de informação.
inphase_holodisc

Data de lançamento ainda não definida

Anúncios

Disco da OCZ chega ao mercado

Super disco da OCZ já antes falado aqui no site, chega  ao mercado, A Z-Drive, uma unidade Solid State Drive de alto desempenho com interface PCI Express, já começou a ser distribuída pela OCZ, oferecendo uma velocidade de leitura superior a 500 MB/s.

O novo dispositivo de armazenamento, demonstrado pela primeira vez na CeBIT deste ano, promete bater os recordes de velocidade e destina-se a estações de trabalho de alto desempenho, onde é habitual trabalhar-se com ficheiros de centenas ou mesmo milhares de megabytes. O aparelho é fornecido sob o formato PCI Express, de modo a garantir uma grande largura de banda com o sistema.

No interior existem unidades de memória flash ligadas em RAID 0. Segundo a OCZ, o modelo de 500 GB terá um preço de 1950 euros no mercado nacional. A versão de 1000 GB (1 TB) vai atingir os 3000 euros.

ocz-z-drive-1000gb-ssd-performance-preview-at-cebit-jmke-25853

Nvidea GT300 “A nova Aposta”

Segundo o site Bright Side of News, o próximo GPU GT300 da Nvidia é baseado numa arquitectura completamente nova.
O site afirma ter juntado as peças de um quebra-cabeças que lhes permite afirmar quais serão as especificações do próximo GPU da Nvidia.Apesar de partilhar o mesmo tipo de nomenclatura com a actual geração de gráficas no mercado, as GeForce GT300 são baseadas numa nova arquitectura que agrupa núcleos de processamento em conjuntos de 32 – ao contrário da actual arquitectura GT200, onde existem grupos de 24 processadores. Outra diferença reside, segundo o site, no facto de os núcleos da GT300 funcionarem num modo designado Multiple-Instruction Multiple Data, o que lhes permite executar funções de computação e de shader simples e complexas, consoante as necessidades.

O GPU GT300 inclui 16 grupos com 32 núcleos, o que dá um total de 512 núcleos no modelo topo de gama. Ainda não há certezas sobre velocidade de relógio, mas este número representa mais do dobro dos núcleos presentes na geração GT200.

Imagens não disponíveis até ao momento

AMD Acelera o novo Phenom II até 7 Ghz

AMD acelera o novo Phenom II até 7 GHz
De modo a demonstrar as capacidades do novo processador topo de gama, o Phenom II X4 955 Black Edition, a AMD fez com que este CPU conseguisse funcionar a 7 GHz.
A frequência padrão do X4 955 Black Edition é de 3,2 GHz, mas a AMD garante que este processador tem uma elevadíssima capacidade de overclock.

Para o demonstrar, a AMD recorreu a líquidos de refrigeração capazes de atingir temperaturas extremamente negativas, que permitiram levar o processador a funcionar a 7 GHz.

A AMD garante que mesmo utilizando dissipadores padrão, o novo CPU é capaz de atingir 3,8 GHz em segurança.
amd-phenom-ii-x3-x4

17 novos processadores Xeon (intel)

A microarquitectura Nehalem, a mesma que veio dar vida aos processadores Core i7, chegou á linha Xeon que ganha 17 novos processadores.

A Intel acredita que esta gama de novos processadores (Xeon), são o lançamento mais importante da empresa em termos de processadores para Servidores, desde o primeiro Pentium Pro. Segundo dados do fabricante, os novos Xeon da série 5500 já bateram mais de 30 recordes de desempenho, apresentando valores de preformance, entre duas a três vezes superiores aos conseguidos pela geração anterior.

Os CPU’S das séries Xeon 5500 (duas vias) e 3500(uma via) incluem controlador de memória duplo canal DDR3 e são produzidos segundo o processo de fabrico 45nm  (nanómetros), Segundo a intel estes processadores são em tudo muito semelhantes aos recentemente lançados Core i7.

Os preços dos novos Xeon vão ser entre: X5500; 142 a 807 euros e os X3500 estão disponíveis entre; 200 a 735 euros. Datas de lançamento ainda não decididas.

CPU a 1000GHz

Os cientistas do MIT, criaram um multiplicador para o grafeno que permite criar processadores que operem entre os 500 e os 1000GHz.

Vários investigadores estão a tentar construir processadores utilizando o grafeno.

Agora, os cientistas do MIT dizem ter descoberto um multiplicador de frequência do grafeno que pode dar origem a processadores para telemóveis e computadores muito mais rápidos.

A equipa construiu um multiplicador que recebe um sinal electrónico e produz um outro sinal, pois desta forma a conseguir aumentar a frequência original. O novo multiplicador cria um sinal muito mais limpo e consome menos energia.

Os responsáveis pela investigação dizem que dentro de um a dois anos vão poder criar processadores utilizando esta tecnologia e que sejam capazes de operar entre os 500 e os 1000 GHz.

processador1

SSD com ligação pci Express

A OCZ vai lançar SSD com ligação PCI Express.

A OCZ Z drive, promete ser o sonho dos fanáticos da velocidade, já que permite ler e gravar dados, respectivamente a  600 e 500 Mb/s

Esta unidade de armazenamento foi criada, a pensar nos profissionais que utilizam aplicações, onde é comum trabalhar com ficheiros com um tamanho muito grande.

Esta unidade invés de ser ligar pela entrada SATA (Serial-Ata), como é comum nos discos rígidos e unidades de SSD, esta versão vai utilizar uma porta PCI-E (conector x8) para garantir acessos mais rápidos.

Resultados:  Segundo a OCZ: 600 MB/s de velocidade de leitura máxima, 500 MB/s de velocidade de escrita máxima e 400 MB/s de escrita sustentada.

O preço da Z Drive ainda não foi anúnciado, mas prevê-se que será de custo muito elevado.

ocz_zdrive_tweakers_cebit09